Slider[Style1]

Style2

Style3[OneLeft]

Style3[OneRight]

Style4

Style5

RESUMO DAS NOVELAS SÁBADO, DIA 28: BABILÔNIA / ALTO ASTRAL / SETE VIDAS [GLOBO]

Resumo de Babilônia:

Regina conta para Beatriz que o processo contra Guto foi reaberto. Karen ignora Luís Fernando. Olga pede que Vinícius ajude Murilo. Wolnei pede mais dinheiro a Inês. Luís Fernando questiona Regina sobre Vinícius. Beatriz humilha Inês. Guto pega o trabalho que comprou com Rodolfo. Maria José defende Rosângela. Murilo reclama do tratamento que Olga dá para Vinícius. Tadeu obriga Wolnei a se desculpar com Regina. Maria José convence Laís a ir à festa com ela e a família. Rafael decide ir ao antiquário pegar uma peça para devolver a um cliente de Estela. Luís Fernando reclama do desprezo de Karen. Vinícius decide convidar Regina para sair. Gabi critica Diogo ao vê-lo trabalhando na obra do restaurante. Beatriz afirma a Evandro que Inês é fiel a ela. Rafael encontra Laís na rua e os dois se encantam um pelo outro. Vinícius e Regina se beijam.


Resumo de Sete Vidas:




Miguel, que no instituto é conhecido como João, seu primeiro nome, fica nervoso ao ver Pedro. Lígia pede para Júlia apoiar Bernardo na ausência de Pedro. Pedro dá notícias sobre sua chegada para Vicente. João/Miguel avisa que pediu transferência do instituto e é ríspido ao falar com Pedro durante as aulas. Júlia se preocupa com Bernardo. Pedro é escolhido para fazer uma pesquisa de campo com João/Miguel. Bernardo flagra Marlene e Durval namorando. Irene desiste de sair com Vinícius. Durval tenta ser simpático com Bernardo. Vinícius prepara uma festa de aniversário para Irene. Arthurzinho fica arrasado com as críticas que recebe sobre seu CD. Elisa é chamada para fazer uma sessão de fotos em uma agência de modelos. Pedro fica preso nos destroços de um barco e João/Miguel mergulha para salvá-lo.


Resumo de Alto Astral:




Marcos ameaça Laura e afirma que se ela não se casar com ele, Bia e Gustavo irão para a cadeia. Scarlett avisa a Ricardo que os dois não podem ficar juntos. No altar, Caíque se surpreende quando Laura revela que não se casará com ele. Laura e Marcos se casam. Caíque tem a certeza de que Laura foi ameaçada por Marcos. Marcos avisa a Laura que ela dormirá com ele como sua mulher.

Câmara aprova pena maior para crimes contra policiais; matéria irá ao Senado

Plenário aprovou projeto que torna crime hediondo o assassinato de policiais, militares das Forças Armadas, entre outros, quando eles estiverem em serviço
Fabio Rodrigues Pozzebom/ Agência Brasil
Câmara Federal
O Plenário da Câmara dos Deputados aprovou, nesta quinta-feira (26), projeto que torna homicídio qualificado e crime hediondo assassinar policial, bombeiro militar, integrante das Forças Armadas, do sistema prisional e da Força de Segurança Nacional, quando esses profissionais estiverem em serviço.

O agravamento do crime também se estende ao cônjuge, companheiro ou parente até 3º grau do agente público de segurança, quando o delito for motivado pela ligação familiar. Em todos esses casos, a pena será de reclusão, de 12 a 30 anos. O homicídio simples prevê pena menor (reclusão de seis a 20 anos).

Atualmente, já é homicídio qualificado o cometido por motivo fútil, mediante encomenda, contra a mulher em razão de sua condição de sexo feminino (feminicídio), entre outros.

O projeto original (PL 3131/08), do Senado, previa penas maiores tanto para quem matar policial como para o policial que matar alguém, e não falava dos parentes. O texto foi alterado após acordo feito no Plenário, com apoio de parlamentares ligados à discussão da segurança púbica.

O relator da proposta na Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ), deputado João Campos (PSDB-GO), apresentou uma emenda substitutiva modificando a redação. Com a alteração na Câmara, o PL 3131/08 segue para nova análise dos senadores.

Lesão corporal

O texto aprovado, que altera o Código Penal (Decreto-Lei 2.848/40) e a Lei de Crimes Hediondos (Lei 8.072/90), estabelece que a lesão corporal cometida contra agentes de segurança em serviço, e seus parentes, será aumentada de 1/3 e 2/3.

Além disso, o substitutivo transforma em crime hediondo o assassinato, a lesão corporal dolosa de natureza gravíssima e a lesão corporal seguida de morte de agentes de segurança em serviço e seus parentes. Atualmente, é considerado crime hediondo o genocídio, a tortura, o estupro, o latrocínio, o sequestro, entre outros. Não existem hipóteses de lesão corporal como crime hediondo. Esses tipos de delito não recebem indulto, anistia ou graça e não podem ser objetos de fiança.

Arcabouço

Para João Campos, o substitutivo cria um “arcabouço jurídico de proteção ao policial brasileiro”. Ele afirmou que neste ano a média é de dois policiais assassinados por dia no exercício do dever. “Tenho certeza de que a sociedade brasileira não aceita isso”, disse.

Deputados oriundos da área de segurança pública elogiaram a aprovação. “É um momento histórico para aqueles que protegem a sociedade com sacrifício”, disse o deputado Major Olimpio (PDT-SP).

Já o líder do Psol, deputado Chico Alencar (RJ), criticou o fato de a lesão corporal contra agente de segurança ser incluída como um caso de crime hediondo. “Estamos banalizando o crime hediondo”, argumentou. A inclusão também foi criticada pelo líder do PPS, deputado Rubens Bueno (PR). “Crime hediondo para lesão corporal é uma aberração jurídica. Não existe isso em nenhum país do mundo”, comentou.

Auto de resistência

Durante a votação, o presidente da Câmara, Eduardo Cunha, anunciou, após pedidos de deputados do PT, que colocará em votação em 60 dias o Projeto de Lei 4471/12, que aumenta o rigor na apuração de mortes e lesões corporais decorrentes da ação de policiais. O PT ameaçou iniciar um processo de obstrução contra a votação do PL 3131/08, caso não fosse dada uma sinalização para a votação do PL 4471/12.

Este projeto acaba com o chamado “auto de resistência”, mecanismo legal que autoriza os agentes públicos e seus auxiliares a utilizarem os meios necessários para atuar contra pessoas que resistam à prisão em flagrante ou determinada por ordem judicial.

Fonte: http://portalcorreio.uol.com.br/

Depósito de loja é interditado e shopping autuado por erro no ticket de estacionamento

Outras lojas apresentaram produtos expostos nas vitrines sem preços e o estacionamento do shopping apresentava informações inverídicas sobre a responsabilidade de danos
Reprodução/Ernane Gomes/MP-Procon
Loja estava com irregularidades
O depósito das Lojas Americanas do Mag Shopping foi interditado pelo MP-Procon na manhã desta quinta-feira (25), em Manaíra, na Capital, devido a irregularidades, falta de higiene e produtos vencidos.

De acordo com o diretor-geral do MP-Procon, o promotor de justiça Glauberto Bezerra, foram identificados falta de higienização, fiações irregulares e caixa da mangueira com defeito. Ele disse que os bombeiros não conseguiram abri-la, e, em caso de incêndio, isso colocaria os consumidores em risco. Bezerra finalizou a inspeção ao constatar que o detector contra incêndio também não funcionava.

Outras lojas

O MP-Procon disse que diversas lojas do Mag Shopping foram fiscalizadas durante a operação e muitas teriam descumprido o Código de Defesa do Consumidor, com infração de várias normas, entre elas, produtos expostos nas vitrines sem preços; registros sanitários e certificado do Corpo de Bombeiros vencidos; além do ticket do estacionamento que estaria com informações inverídicas sobre a responsabilidades em caso de danos aos veículos.

A assessoria de marketing do Mag Shopping informou que “o que o MP-Procon fez é uma função do órgão e que todas as observações apontadas vão ser avaliadas”.

O Portal Correio entrou em contato com a empresa que presta serviços de assessoria a Lojas Americanas, mas até o fechamento desta matéria um posicionamento referente as irregularidades encontradas no estabelecimento não foi enviado.

Fonte: http://portalcorreio.uol.com.br/

Ex-companheiro é suspeito de matar jovem a facadas e motivo do crime seria ciúme

Casal havia se separado há menos de um mês; após o crime, o suspeito fugiu de moto para destino desconhecido e era procurado por guarnições das polícias Militar e Civil
Reprodução/Google Street View
Crime ocorreu no Centro de Pirpirituba
Uma jovem de 19 anos foi assassinada a facadas e o ex-companheiro, um vaqueiro de 25 anos, que estava inconformado com o fim do relacionamento e sentia ciúmes da vítima, é suspeito pelo homicídio. O crime ocorreu no Centro do município de Pirpirituba, no Brejo da Paraíba, a 106 km de João Pessoa, na tarde desta quinta-feira (26).

Segundo o delegado Wallber Virgolino, o casal havia se separado há menos de um mês. Na tarde desta quinta, o suspeito teria ido à residência que dividira com a jovem até pouco tempo atrás para pegar alguns pertences. Ele informou como era a personalidade conhecida do ex-companheiro.

“Ele bebia muito e costumava apresentar comportamento violento”, disse o delegado, que revelou os ciúmes que o suspeito sentia.

Chegando ao local, conforme o tenente Jailton Paulo, da Polícia Militar, o vaqueiro teria entrado em uma discussão com a jovem. Ela teria dito que não o queria mais porque ele estaria a traindo com outra mulher.

“Ele, então, disse que se ela não ficasse com ele, não ficaria com mais ninguém e começou a esfaqueá-la”, contou o tenente. A jovem já havia morrido quando foi encontrada.

Após a ação criminosa, o suspeito fugiu de moto para destino ignorado. As polícias Civil e Militar estavam fazendo um trabalho conjunto de investigação para localizar o vaqueiro, começando pelas propriedades rurais da região.

O tenente Jailton ainda acrescentou as dificuldades de identificar a possibilidades de ocorrências como esta pois, segundo ele, “crime passional a polícia não prevê”.

Fonte: http://portalcorreio.uol.com.br/

RESUMO DAS NOVELAS - SEXTA, DIA 27: BABILÔNIA / ALTO ASTRAL / SETE VIDAS [GLOBO]

Resumo de Babilônia:

Vinícius salva Murilo de um linchamento. Tadeu encontra Wolnei com uma mochila cheia de roupas e dinheiro. Estela pensa em desistir da festa para comemorar seu casamento com Teresa. Consuelo e Aderbal temem que Rosângela volte a chantageá-los. Luís Fernando volta para casa. Guto implica com Rafael e Ivan. Vinícius conta para Tadeu por que Wolnei mentiu em seu depoimento. Laís fica revoltada com a demissão de Rosângela e Aderbal tenta acalmá-la. Vinícius conta para Regina sobre o traficante que ameaçava Wolnei. Murilo não atende o telefonema de Alice. Paula garante a Tadeu que o acompanhará à delegacia com Wolnei. Wolnei muda o seu depoimento. Vinícius conta sua história para Regina. Murilo beija Alice e a pede em namoro. Inês pega uma blusa que Beatriz joga no lixo. Vinícius leva Regina à delegacia. Laís descobre por que Rosângela foi demitida. Regina procura Beatriz.


Resumo de Sete Vidas:




Júlia se afasta de Pedro. Elisa tenta ajudar a prima. Pedro desabafa com Vicente. Júlia sonha com Pedro. Júlia fala para Edgard que quer antecipar a data do casamento. Júlia fica intrigada com a emoção de Guida ao falar com ela sobre seu casamento. Pedro comenta com Vicente que fará uma viagem. Marlene se diverte com Durval. Vicente conta para Lígia sobre a viagem que Pedro pretende fazer. Elisa se preocupa com Júlia. Bernardo é hostil com Laila. Marlene tenta falar com Pedro sobre o filho. Vicente, Lígia e Joaquim levam Pedro ao aeroporto. Miguel é apresentado a Pedro como o chefe do instituto de oceanografia.


Resumo de Alto Astral:




Tina oferece seus bens a Pedro em troca do divórcio. Marcos manda Gustavo impedir que Laura conte sobre a gravação até a cerimônia de casamento. Bia demonstra a Vicente seu descontentamento com Liz. Pedro avisa a Tina que lhe dará o divórcio se Nicolas também abrir mão de seus bens. Tina decide enfrentar Pedro e pensa em contratar um advogado em Nova Alvorada. Já no caminho da igreja, Marcos envia as fotos de Bia com os traficantes para Laura, ameaçando entregar a irmã à polícia se ela se casar com Caíque. Marieta informa a Samantha que ela foi indicada para o Prêmio Nobel da Paz. Kitty convence Marieta a sugerir para Samantha que ela cuide das joias da irmã. Marcos avisa a Laura que ela vai se casar com ele.

Ator Jorge Loredo, o Zé Bonitinho, morre ao 89 anos no Rio

Ele estava internado desde o dia 3 de fevereiro na UTI. Causa da morte foi falência múltipla dos órgãos.

Ato Jorge Loredo como Zé Bonitinho
(Foto: Ana Ottoni/Folhapress/Arquivo)
O ator Jorge Loredo, o Zé Bonitinho, de 89 anos, morreu na manhã desta quinta-feira (26). Ele estava internado no Hospital São Lucas, em Copacabana, na Zona Sul do Rio, desde o dia 3 de fevereiro na Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

Em nota, a assessoria de imprensa do hospital informou que Loredo estava internado desde o dia 3 de fevereiro e que a partir do dia 13 foi mantido na Unidade Cardio Intensiva. "Loredo lutava há anos contra uma Doença Pulmunar Obstrutiva Crônica (DPOC) grave e um Efisema Pulmunar", disse o texto.

A causa da morte foi falência múltipla dos órgãos. Apesar da idade, até dois anos atrás o humorista continuava trabalhando e usando as redes sociais para falar com os fãs e divulgar sua agenda de shows.

Amigos lamentam
"Ele é a história da comédia, é a história do riso. Eu diria que ele é um dos precursores desta arte de fazer rir", afirmou o ator Tony Tornado ao comentar a perda do amigo.

"Foi uma pena a gente ter perdido o Jorge. Escrevia muito bem. Além de comediante, era um bom humorista", lamentou Paulo Silvino.

Personagem
"Zé Bonitinho, o perigote das mulheres", como o personagem de Loredo se apresentava nos esquetes de humorísticos, fez parte do enredo "Beleza pura?" da escola de samba União da Ilha, que celebrou a beleza em suas várias interpretações. Zé Bonitinho se achava um galã irresistível, sempre ajeitando a cabeleira com um pente enorme, tão grande quanto seus óculos escuros.

Jorge Loredo nasceu em 7 de maio de 1925 (completaria 90 anos em 2015) e foi criado em Campo Grande, na Zona Oeste do Rio de Janeiro.

A infância e a juventude foram marcadas por doenças graves para a época: aos 12 anos, com osteomielite na perna, sofria de dores constantes. Aos 20 anos, com tuberculose, foi internado num sanatório, situação que acabou por lhe abrir as portas para a carreira. Incentivado pelos médicos, participou de um grupo teatral no hospital e descobriu sua vocação para os palcos.

O personagem Zé Bonitinho foi criado por Loredo, inspirado num colega que se achava um grande galã. O ator costumava imitá-lo nas festas, arrancando gargalhadas. Zé Bonitinho estreou na televisão em 1960 no programa “Noites Cariocas”, exibido pela extinta TV Rio, com os primeiros textos roteirizados por Chico Anysio.

Bordões
Em 2010, ano em que completou 50 anos, Zé Bonitinho continuava na TV, no humorístico “A praça é nossa”. O irresistível personagem tinha bordões inesquecíveis, que Loredo repetia com a voz impostada de um conquistador: "Câmera, close; microfone, please", ou "Garotas do meu Brasil varonil: vou dar a vocês um tostão da minha voz!".
Jorge Loredo e Selton Mello no set de 'O palhaço' (Foto: Divulgação)Jorge Loredo e Selton Mello no set de 'O palhaço', filme de 2011 do qual o ator participou (Foto: Divulgação)
No final dos anos 50, Loredo já era famoso com o mendigo filósofo que interpretava na TV Rio no programa “Rio cinco para as cinco’ e depois em “A praça é nossa”, com Manoel de Nóbrega, a quem o mendigo se apresentava com o bordão "Como vai, meu nobre colega?".
O comediante Jorge Loredo, intérprete de Zé Bonitinho, em foto de março de 1999 (Foto: Agência O Dia/Estadão Conteúdo)Loredo em foto de março de 1999 (Foto: Agência O
Dia/Estadão Conteúdo)


O personagem usava fraque e cartola, bem esfarrapados, monóculo e luvas. O figurino, segundo contava Loredo, foi tirado de um filme em Charles Laugthon fazia o papel de um mendigo aristocrata.

O personagem surgiu por ideia de sua mãe, que na infância conhecera um mendigo elegante que ia à sua casa pedir comida, mas queria uma mesa montada na garagem com toalha de renda e tudo.

O mendigo filósofo fez tanto sucesso que Loredo teve como padrinho de casamento o ex-presidente Juscelino Kubistcheck. O que lhe valeu um bordão famoso. Ele terminava o quadro do mendigo dizendo: “Agora vou encontrar com aquele menino, o Juscelino...”.

Criou outros tipos: um italiano que não podia ver televisão porque queria quebrá-la; o profeta Saravabatana, que andava com uma cobra que dava consultas a mulheres; e o professor de português que tinha a voz do Ary Barroso.

Fonte:

Professor é assaltado em JP e diz que bandidos estariam com seringa contaminada com HIV

Segundo a PM, a vítima estava no local quando foi surpreendida pelas pessoas, que diziam ser homossexuais, e exigiam que o professor entregasse os pertences, caso negasse, seria ferido por uma seringa
Divulgação/ PM
Polícia Militar realizou rondas
Um professor de 34 anos foi assaltado em frente de uma loja de conveniência na praia de Tambaú, na Orla de João Pessoa, por um grupo de pessoas que teria dito estar portando uma seringa contaminada com HIV, o vírus da AIDS. O caso ocorreu no fim da terça-feira (24), mas a informação só foi divulgada nesta quinta-feira (26).

Conforme consta no relatório da Polícia Militar, a vítima estava no local quando foi surpreendida pelas pessoas, que diziam ser homossexuais e exigiam que o professor entregasse os pertences, caso negasse, seria ferido por uma seringa com sangue contaminado com HIV.

Ainda segundo dados da PM, as pessoas roubaram R$ 200, um notebook e outros pertences da vítima. Uma equipe Companhia Especializada de Apoio ao Turista (Ceatur), da Polícia Militar da Paraíba, esteve no local e levou o professor para o Distrito Integrado de Segurança Pública (Disp), de Manaíra, onde a ocorrência foi registrada.

De acordo com a diretora-geral do Hospital Clementino Fraga, Adriana Teixeira, caso alguma pessoa seja ferida com alguma seringa, que esteja possivelmente contaminada, deve procurar um tratamento especializado em 48 horas.

“Ficamos sabendo do caso do professor, mas ele não procurou nossa equipe. As pessoas devem procurar o mais rápido possível o Hospital Clementino Fraga, em João Pessoa, que é referência na Paraíba em doenças infectocontagiosa, para a profilaxia, que não é 100% de eficaz, conforme o Ministério da Saúde. Não podemos ficar reféns do medo depois da propagação desse tipo de contagio. Há mais de um mês houve um registro no hospital de duas mulheres que teriam contraído a doença após, supostamente, terem sido feridas por seringas em um ônibus da Capital. Mas, nada oficial. É apenas uma suspeita”, revelou.

Conforme Teixeira, entre janeiro e fevereiro de 2015, 57 novos casos de pessoas contaminadas por HIV foram registrados na Paraíba. Desse número, 18 em janeiro e 39 em fevereiro. “Por semana, a gente contabiliza 7 novos casos registrados no Clementino Fraga”, falou.

O Clementino Fraga fica rua Estér Borges Bastos, 599, bairro de Jaguaribe, em João Pessoa; telefone (83) 3218-5416.

Na noite desta quinta-feira (26), a direção do hospital divulgou uma nota na qual esclarece que "em momento algum a diretoria ou qualquer outro funcionário do hospital afirmou que pessoas tenham sido contaminadas pelo vírus HIV dentro de transportes coletivos na Paraíba". Como a diretora confirmou ao Portal Correio, acima, foi uma suspeita.

A nota segue: "O Complexo Hospitalar Clementino Fraga é o hospital de referência para tratamento no Estado da Paraíba e somente em casos avaliados com algum risco de contágio são indicadas as medicações específicas".

A direção finaliza afirmando: "A AIDS é uma doença que abala a humanidade, mas é o preconceito quem mais discrimina, exclui e mata. É preciso ter responsabilidade e cuidado ao discutir temas tão delicados".

Fonte: http://portalcorreio.uol.com.br/

Top