Slider[Style1]

Style2

Style3[OneLeft]

Style3[OneRight]

Style4

Style5

Filho de sargento é suspeito na morte do policial Ulysses na Capital

Reprodução/Arquivo pessoal
O filho de um sargento da Polícia Militar é procurado pela Polícia Civil como suspeito de ter participado da morte do policial Ulysses Costa, assassinado com um tiro na quinta-feira (4), em Mangabeira, Zona Sul de João Pessoa. O sargento, pai do procurado, já está preso porque foi apontado pela polícia como coautor do homicídio.

A polícia informou que vai concentrar os trabalhos nas buscas para prender o filho do sargento porque ele teria sido visto no local do crime com outro rapaz de 26 anos. Segundo a polícia, os dois estavam armados e teriam atirado na direção dos policiais que estavam com o tenente Ulysses. O jovem de 26 anos foi preso em flagrante horas depois do crime. 

A polícia informou que também pediu a prisão preventiva do filho do sargento para esclarecer quem estava com o revólver calibre 38 responsável pelo disparo que matou o militar. A arma foi achada na casa do sargento preso nessa sexta.

O sargento Ulysses Costa foi morto com um tiro enquanto participava de uma ação da PM no bairro de Mangabeira, na quinta-feira (4). Ele chegou a ser socorrido para o Hospital de Trauma da Capital, mas não resistiu e morreu.


Fonte: Portal Correio

Sábado de Carnaval começa com dois capotamentos em rodovia da PB

Imagem ilustrativa/web
Os motoristas que trafegaram pela rodovia federal BR-230, na saída de Campina Grande, no Agreste paraibano, tiveram um susto na tarde deste sábado (6) depois que dois capotamentos foram registrados. Os acidentes ocorreram no mesmo local, em menos de 15 minutos, e envolveu seis pessoas. Três vítimas tiveram que ser encaminhadas para o Hospital de Trauma de Campina Grande.

Segundo as informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF), o primeiro acidente aconteceu às 15h45, no quilômetro 139 da rodovia, na saída de Campina Grande para João Pessoa. O motorista de um carro de passeio perdeu o controle da direção, depois de passar por uma curva, e capotou na via. Cinco pessoas estavam no veículo.

Após o acidente, outros motoristas que passavam pelo local reduziram a velocidade para observar o capotamento. Com o trânsito lento, por volta das 16h, um caminhão passou pelo local e o motorista também perdeu o controle ao tentar desviar dos carros lentos e saiu da pista. O caminhão, que estava carregado de cebolas, tombou e toda a carga ficou espalhada.

Ainda de acordo com a PRF, o trânsito ficou lento no local até o final da tarde, mas o fluxo de veículos já estava menor em relação ao período da manhã, quando a maior parte dos motoristas pegou a estrada. Segundo o Hospital de Emergência e Trauma Dom Luiz Gonzaga Fernandes, em Campina Grande, três das vítimas que estavam no carro de passeio deram entrada na ala de emergências.


Fonte: G1 PB

Prefeitura abre concurso para todos os níveis com remunerações de até até R$ 2,5 mil

A prefeitura de Aguiar, no Sertão paraibano, a 365 km de João Pessoa, abriu inscrições para concurso público que deverá preencher 24 vagas para cargos de nível fundamental, médio, técnico e superior. As remunerações variam entre R$ 880 e R$ 2,5 mil.

A taxa de inscrição custa R$ 40 para nível fundamental; R$ 50 para nível médio e técnico; e R$ 75 para nível superior. As inscrições podem ser feitas até o dia 27 deste mês.

De acordo com o edital do concurso, estão disponíveis vagar para Assistente social; enfermeiro; condutor socorrista; educador físico; odontólogo; operador de máquinas; psicólogo; técnico em enfermagem; técnico de nível médio em edificações; professor de inglês; orientador pedagógico; nutricionista; fonoaudiólogo; fisioterapeuta; engenheiro civil; assistente técnico municipal; atendente de consultório de dentista; e assistente de administração.

A prova, que vai ser realizada no dia 27 de março, vai abordar questões de Língua Portuguesa, raciocínio lógico, conhecimentos gerais, conhecimentos específicos, matemática, atualidades.



Fonte: Portal Correio

PASSAGENS DE ÔNIBUS FICAM MAIS CARAS EM SANTA RITA, BAYEUX, CABEDELO E OUTROS MUNICÍPIOS

Lucas Isídio / Portal Tambaú 247
A partir de zero hora deste domingo (7), as tarifas dos transportes de passageiros intermunicipais de características urbanas, rodoviárias e hidroviárias terão reajuste médio de 7%, aprovado pelo Conselho Executivo do Departamento de Estradas de Rodagem da Paraíba (DER), em reunião realizada esta semana. No caso específico de Bayeux e Várzea Nova, como as tarifas foram consideradas mais defasadas, o aumento na tarifa foi maior.

Segundo o Conselho, o reajuste aprovado visa cobrir os aumentos salariais de motoristas, cobradores e demais funcionários, assim como combustíveis, peças de reposição e outros produtos usados pelas empresas no dia-a-dia. Os empresários, através dos estudos apresentados, alegam que nos últimos meses a inflação tem sido elevada, especialmente como consequência dos reajustes concedidos pelo Governo Federal em bens e serviços.

As empresas de ônibus, através dos sindicatos, apresentaram a planilha ao Departamento de Estradas de Rodagem reivindicando um reajuste superior a 20% para as tarifas intermunicipais, índice que foi rejeitado pelo Conselho Executivo do DER.

Com informações da Secom-PB

Como ficam os preços das passagens (de característica urbana)
Cidades
Empresas        
Valores
João Pessoa/Alhandra 
PB Rio
R$  7,65
João Pessoa/Jacumã (BR-101)
Santa Maria
R$  7,65
João Pessoa/Jacumã (PB-008)
Santa Maria
R$  3,50
João Pessoa/Conde
Santa Maria     
R$  4,80
João Pessoa/Bayeux              
Metro
R$ 2,50
João Pessoa/Bayeux/Sesi
Metro
R$ 1,60
João Pessoa/Cabedelo
Reunidas
R$ 2,95
João Pessoa/Santa Rita
Santa Rita
R$ 3,25
João Pessoa/Santa Rita/Várzea Nova
Santa Rita
R$ 2,50
João Pessoa/Renascer
Reunidas 
R$ 2,70
Campina Grande/Fagundes
Fagundense
R$ 4,70
Campina Grande/Lagoa Seca
São José
R$ 2,55
Campina Grande/Queimadas
Condor
R$ 3,85 
Campina Grande/Serra Redonda
Novo Horizonte
R$ 5,00
Campina Grande/Massaranduba
Novo Horizonte
R$ 3,85
Campina Grande/Alagoa Nova
São José
R$ 5,00
De característica rodoviária (principais linhas)


João Pessoa/Patos
Guanabara
R$ 68,75
João Pessoa/Conceição
Guanabara
R$ 108,50
João Pessoa/Cajazeiras
Guanabara
R$ 108,00
João Pessoa/Campina Grande
Real
R$ 27,15
João Pessoa/Itabaiana (São José dos Ramos)
Transnorte
R$16,15
João Pessoa/Guarabira (BR-230)
Rio Tinto
R$ 19,00
João Pessoa/Mamanguape
Rio Tinto
R$ 10,10
João Pessoa/Rio Tinto
Rio Tinto
R$ 11,35
Serviço hidroviário por Ferry-Boat


Cabedelo/Costinha (Passageiro)
Nordeste
R$ 1,25
Cabedelo/Costinha (Automóvel)

Fonte: Portal Tambaú 247
Nordeste
R$13,20




DIRETORES DA SAMARCO SERÃO INDICIADOS POR HOMICÍDIO

O delegado da Polícia Civil Rodrigo Bustamante, responsável pelo inquérito que apura o desastre causado pela barragem da Samarco, irá indiciar diretores da mineradora pelos 19 homicídios causados pelo estouro da represa de Fundão – os nomes dos funcionários não foram divulgados. A modalidade do crime ainda será definida pelo investigador: doloso (quando há intenção do resultado) dolo eventual (quando não há a intenção, mas assume-se o risco) ou culposo (sem intenção). Já a mineradora deverá responder por crime ambiental.

Bustamante quer saber se os diretores tinham conhecimento de que a barragem, de onde vazaram 32,5 milhões de metros cúbicos de rejeitos de minério de ferro, corria o risco de se romper. Por isso, ontem, ele e mais 16 policiais apreenderam, com autorização judicial, arquivos de computadores na sede da mineradora, em Belo Horizonte, e na unidade em Mariana.

Os focos são o conteúdo das trocas de emails entre os suspeitos e canais internos de comunicação. “Após três meses de investigação, verificamos a necessidade de algumas medidas cautelares e conseguimos a quebra de sigilo da informática e telemática. Vários arquivos foram baixados. Cópias de emails serão analisadas”, disse Bustamante.

A Civil e outros órgãos que investigam o caso – Polícia Federal, Ministério Público de Minas Gerais e Ministério Público Federal – já apuraram que o piezômetro, equipamento que mede o nível do volume de rejeitos da barragem, não estava funcionando no dia do desastre. “A última leitura do aparelho foi em 26 de outubro (10 dias antes da barragem se romper”, disse o delegado.

O prazo para a conclusão do inquérito é 15 de fevereiro, mas o delegado poderá pedir à Justiça a prorrogação da data, como já ocorreu duas vezes. O inquérito contém aproximadamente 1,5 mil páginas. Mais de 80 pessoas foram ouvidas, entre elas o ex-presidente da mineradora, Ricardo Vescovi, que pediu licença do cargo.

Crime continuado 
Como ainda há lama correndo para o leito dos rios Gualacho do Norte, Carmo e Doce, a Civil apura a tese de crime continuado. O escorrimento desses rejeitos, contudo, já era esperado por especialistas e pela própria polícia, uma vez que a chuva leva os rejeitos que ficaram às margens dos leitos para dentro dos rios.



Fonte: Portal Tambaú 247

Sargento é preso suspeito de participar da morte do policial Ulysses em João Pessoa

Reprodução/Arquivo pessoal
A Polícia Civil confirmou na noite desta sexta-feira (5) que um sargento da Polícia Militar está envolvido na morte do PM Ulysses Costa, registrada na noite dessa quinta-feira (4), em João Pessoa. O resultado das investigações foi apresentado em entrevista coletiva. Ele já está preso como coautor do homicídio, junto com outro suspeito que teria atirado.

De acordo com a perita Luciana Bezerra Von Szilagyi, a bala atingiu a parte superior das costas do PM e alcançou a região da virilha. O projétil foi retirado do corpo para os exames de perícia científica e a polícia constatou que a bala é de uma das armas que o sargento tinha em casa. 

O delegado Reinaldo Nóbrega disse que, após o crime, os suspeitos esconderam as armas em um ponto que já era de conhecimento do sargento. Ele teria ido a essa local, pego as armas e as levado para casa. O material foi limpo e ficou escondido nessa residência. A Polícia Civil iniciou as investigações, localizou essas armas e prendeu o sargento porque ele não tinha autorização para portá-las, mas ele foi liberado pouco depois.

Porém, nesta sexta, após o Instituto de Polícia Científica (IPC) constatar que a bala achada no corpo de Ulysses era de uma das armas encontradas na casa do sargento, ele foi preso como coautor, por ter participado do assassinato. Outro homem está preso, apontado como responsável pelo disparo fatal.

O sargento foi levado para a Central de Polícia de João Pessoa, no bairro do Geisel, e, segundo o delegado Reinaldo Nóbrega, será autuado pela participação no assassinato do policial.



Fonte: Portal Correio

'HOMEM-ARANHA' DE BEBELÂNDIA É MORTO A GOLPES DE FOICE

Um homem conhecido como "Homem-Aranha", foi morto no bairro de Bebelândia, em Santa Rita, na noite desta sexta-feira (5).

Segundo informações, ele seria um bandido conhecido no bairro e teria sido morto a golpes de foice.

O autor do crime ainda não foi identificado. A polícia faz diligências no bairro em busca de mais informações.








Fonte: Portal Tambaú 247

Top